Faça um orçamento Faça um orçamento
content marketing

Marketing de conteúdo: isso a gente come com o quê?

agosto 17, 2016 10:24 pm Publicado por Deixe um comentário

I think you will spend 266 seconds reading this post

Toda empresa que bota um site próprio no ar ganha um “bônus Pack” na sua infindável lista de coisas a fazer: mantê-lo atualizado – e com coisa que tenha relevância. Foi-se o tempo em que bastava dizer o nome da empresa, a missão e os valores, uma foto panorâmica da equipe sorridente, o endereço dela, um formulário de contato, a listinha de serviços prestados… e só. Não, amigos, com a clientela mais exigente que o mundo já viu, isso definitivamente não é suficiente para procurarem pelo site da sua empresa, mais.

content marketing

O que a clientela de hoje quer é informação. Ela quer saber quem é sua empresa, e também quer saber o que a sua empresa sabe. E uma das formas mais baratas e inteligentes de demonstrar os conhecimentos é usando exatamente a internet (esqueça a TV e os jornais) para desfilar tudo o que vocês sabem, demonstrar que vocês dominam o assunto de que tratam. Sabe o nome disso? Marketing de conteúdo.

Trocando em miúdos

“Mas o que é esse tal marketing de conteúdo?”, você pergunta. Vamos imaginar que estamos no Facebook. Já viu aquelas postagens de empresas que você segue, que falam não dos produtos dela mas, sim, de algum assunto relacionado a ele? Por exemplo, uma fabricante de refrigerantes falando sobre a redução da quantidade de açúcar em suas bebidas para evitar que seus consumidores o ingiram em quantidades excessivas? Ou uma postagem de um fabricante de shampoos oferecendo um link para que o usuário acesse um teste para saber se o cabelo dele é ressecado ou oleoso? Isso é marketing de conteúdo.

Blog

O marketing convencional simplesmente apresentava o produto e tentava convencer os espectadores de que o seu é melhor do que o da concorrência. O apelo normalmente era a aparência do produto ou as carinhas felizes de quem o usava. Até 2010 isso conseguiu se sustentar razoavelmente, mas mesmo naquele ano já era possível notar que a velha fórmula estava fraquejando. A internet explodiu, o Orkut , o Twitter e o Facebook se tornaram formidáveis vetores de troca de informação entre os consumidores e as empresas mais espertas entraram na onda assim que ela surgiu. Sensíveis ao novo statu quo dos consumidores, passaram a publicar informações variadas que estavam vinculadas, de alguma forma, ao produto ou serviço que vendiam. E, para isso, andam usando Facebook, Twitter, Instagram, Webinar e várias outras redes.

Como publicar marketing de conteúdo?

A palavra-chave é exatamente essa: conteúdo. Não adianta colocar um texto que diz que “a nossa empresa está sempre focada na satisfação dos clientes” e botar um ponto final. O que foi falado nesse texto? Absolutamente nada. E pior: pode ser entendido como mentira por muitos consumidores.

Exemplo de Publicacao de Conteudo

O conteúdo relevante para o usuário é aquele que gera nele uma curiosidade, uma vontade de saber mais sobre o que você está falando. É o que faz ele clicar no link que você ofereceu. Se ele olhar para aquele post (sim, ainda estamos fazendo de conta que estamos no Facebook) e pensar: “olha! Que legal isso!” e clicar, pronto. Você o fisgou. Esse click não precisa levá-lo diretamente para seu site de vendas, pode levá-lo ao seu blog , por exemplo.

Exemplo prático

Vamos pra um exemplo mais completo? Shampoos. Você é dono de uma empresa de cosméticos e lançou uma linha nova que reduz o volume e deixa os cachos mais definidos. Existem centenas de produtos com essa mesma promessa por aí e a mulherada sabe bem disso – e inclusive já tentou vários deles. Sua promessa pode ser considerada vazia por elas, então é preciso caprichar. Como fazer isso?

Crie um blog sobre assuntos capilares; normalmente ele é mais direcionado às mulheres, mas como tem muito homem passando a se importar mais com o visual, pense nesse público também. Nesse blog, explique o novo produto detalhadamente e o motivo dele dar certo, o que cada componente faz, o prazo para os resultados serem notados, como aplicar cada produto da linha, fotos antes/depois… E como chamariz para esse texto do blog, coloque um vídeo no Facebook mostrando um resumo da aplicação e do antes/depois. No fim do vídeo, um link para o texto do blog. No fim do texto do blog, um link para seu site de vendas. Entendeu a ideia? Vá deixando pistas para chamar a atenção dos usuários, de modo que fiquem curiosos e vão seguindo o caminho montado.

exemplos de marketing conteudp

“Eu mesmo posso fazer esse texto?”. Bom, o ideal, mesmo, é contratar uma empresa especializada em produção de conteúdo porque esse tipo de texto tem algumas particularidades que o tornam mais interessante para o Google, que pode colocar seu site numa posição mais visível do que a concorrência. Sim! Conteúdo feito com técnica faz seu site aparecer já nas primeiras páginas da pesquisa no buscador mais usado do mundo! Isso também vai aumentar os acessos à sua página.

Clientes exigentes obrigam as empresas a aprimorarem suas técnicas de vendas e de publicidade. O que a sua tem feito para manter seus clientes cativados e conquistar novos?

Categorizados em:


Bia Redação